Associação Qe

facebook  linkedin  youtube instagram

Home > Quem Somos > A Equipa > Quem é...? > Pedro Filipe, Terapeuta Ocupacional

Quem é...?

Pedro Filipe, Terapeuta Ocupacional

pedro filipeNome
Pedro Miguel Filipe

Idade
25 anos

Qual a tua área de formação?
Sou licenciado em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão (ESSA).

Que função desempenhas na QE?
Sou Terapeuta Ocupacional.

 

Como te descreves?
Bastante assertivo, embora tímido e reservado.

O que gostas de fazer nos teus tempos livres?
Compor canções, tocar guitarra, jogar à bola, ver desporto, ver filmes, ler, escrever e procrastinar, no geral.

O que te faz sorrir?
Uma vitória do Sporting, obviamente.

Qual o livro(s)que mais gostaste de ler?
Ainda não me decidi em relação ao assunto. Estou a montar a minha própria biblioteca e tenho muito que ler até poder tomar uma decisão tão difícil quanto essa… Se algum dia o conseguir.

Música(s) que não consegues parar de cantar?
Wasted Acres, do novo álbum dos Grizzly Bear (Painted Ruins).

O que mais gostas de comer?
Pizza, salada e queijo.                                                                                                                                                                                   

Que cidade mais gostaste de conhecer?
Joensuu, Finlândia.

As tuas férias de sonho eram passadas em…
Joensuu.

Como surge a oportunidade de trabalhar com pessoas com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais?
Fui colega de turma da Maria Soares, que já trabalha há uns anos na QE como Terapeuta Ocupacional. Soube através dela que a associação se encontrava à procura de outro terapeuta.

O que te surpreendeu ao contactares com pessoas com dificuldades intelectuais?
Como alunos da ESSA, temos a oportunidade de realizar estágio curriculares todos os anos, em diferentes locais. Assim sendo, o trabalho com este tipo de população não me era estranho. Sou naturalmente surpreendido no dia-a-dia, caso a caso, pelas particularidades de cada cliente.

Podes deixar algum conselho a todos os que pretendam trabalhar nesta área?
Evitando o pedantismo… Que aproveitem a experiência, simplesmente. Com muita atenção para os pormenores e as pessoas.