Associação Qe

facebook  linkedin  youtube instagram

Home > Quem Somos > A Equipa > Quem é...? > Lurdes Coimbra, Ajudante de Ação Direta no Lar Residencial

Quem é...?

Lurdes Coimbra, Ajudante de Ação Direta no Lar Residencial

lurdes coimbraNome:
Lurdes Coimbra

Idade:
50 anos

Que função desempenhas na QE?
Sou ajudante de ação direta no lar residencial.

 

Quando iniciaste as tuas funções na QE?
Trabalho na QE desde Maio de 2016.

Qual o livro(s)que mais gostaste de ler?
O mundo de Sophia, de Jostein Gaarder.

Música(s) que não consegues parar de cantar:
Cajueiro velho,  música da Alcione, cantora brasileira.

O que mais gostas de comer?
Funje, uma comida típica de Angola.

Que cidade mais gostaste de conhecer?
O Funchal na Madeira.

Férias de sonho eram passadas…
Na companhia da minha família.

Como te descreves?
Sou uma pessoa de bem com a vida.

O que te faz sorrir?
Acho que tudo me faz sorrir, vejo sempre um lado cómico e divertido nas coisas.

Como ocupas o teu tempo livre?
Ocupo o meu tempo livre lendo, ouvindo música, vendo algum filme ou conversando com os meus filhos.

Qual a tua área de formação?
A minha área de formação é o secretariado muito diferente da função que hoje exerço na Associação QE.

Como surge a oportunidade de trabalhar com pessoas com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais?
A oportunidade surgiu quando uma pessoa que trabalha na junta de freguesia do Rio de Mouro me ligou dizendo que a QE precisava de um colaborador/a. Aceitei logo o desafio porque nunca tinha trabalhado com pessoas com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais e não me arrependo.

Descreve-nos o teu dia de trabalho na Associação QE. Quais são as tuas principais tarefas, responsabilidades e que atividades mais gostas de desenvolver?
As minhas tarefas e responsabilidades são várias mas a principal e que mais gosto de fazer é lidar e interagir com os clientes, fazendo tudo que estiver ao meu alcance para que se sintam acarinhados, felizes e em casa.

E no fim de um dia de trabalho, o que te vem à cabeça?
Dever cumprido!!!

O que te surpreendeu ao contactares com pessoas com dificuldades intelectuais?
Acho que foi a essência de cada um deles, são pessoas que apesar da sua condição são seres extraordinários.

Podes deixar algum conselho a todos os que pretendam trabalhar nesta área?
Que não tenham receio de trabalhar com esta população, pois são como nós, apenas com uma condição diferente que a nossa.

Se eu pudesse…
Sem dúvida, adotaria uma pessoa com dificuldades intelectuais.