Associação Qe

facebook  linkedin  youtube instagram

Home > Quem Somos > A Equipa > Quem é...? > Ana Rebocho, Assistente Administrativa

Quem é...?

Ana Rebocho, Assistente Administrativa

ana rebochoNome
Ana Rebocho

Idade
36 anos

Qual a função que desempenhas na QE?
Assistente Administrativa

 

Quando iniciaste as tuas funções na QE?
Dezembro de 2015.

Qual o livro que mais gostaste de ler?
Alma de Pássaro de Margarida Rebelo Pinto.

Uma música que não consegues parar de cantar?
Nenhuma em específico.

O que mais gostas de comer?
De tudo um pouco, mas as origens ditam pratos alentejanos, talvez umas Migas ou um Gaspacho, agora no tempo quente.

Que cidade mais gostaste de conhecer?
Como tenho viajado pouco para fora do País vou eleger uma cidade portuguesa que me diz muito – Braga!

As férias de sonho eram passadas onde?
Num sítio tranquilo, com algum sol, boa comida.

Como te descreves?
Acima de tudo sou uma pessoa correta e com valores, bem-disposta, simpática e talvez um pouco teimosa (em algumas situações, diz a minha mãe).

O que te faz sorrir?
Os meus filhos (aquele abraço carinhoso e dizerem-me que sou a melhor mãe do mundo) e a vida em geral que até agora me têm sorrido sempre.

Como ocupas o teu tempo livre?
Gosto de passear ao ar livre, ler, ouvir música, brincar com os meus filhos.

Qual a tua área de formação?
Técnica de Contabilidade.

Como surge a oportunidade de trabalhar com pessoas com atraso de desenvolvimento intelectual?
Fiquei desempregada e numa das apresentações quinzenais, perguntaram se estava interessada no cargo. Chamaram-me para entrevista e após seleção, fui chamada. Foi a minha prenda de Natal e de anos e comecei a trabalhar depois do Natal.

Descreve-nos o teu dia de trabalho na Associação QE. Quais são as tuas principais tarefas, responsabilidades e que o que mais gostas de fazer?
Trabalho mais diretamente com a Luisa dando apoio na parte administrativa/contabilidade, depois tenho a cargo a Logística (compras, reposições...) quando é necessário dou apoio na Receção e por vezes quando é necessário substituo o Zé.

E no fim de um dia de trabalho, o que te vem à cabeça?
Normalmente, se fiz tudo o que tinha planeado para o dia de trabalho, de preferência bem feito, faço a planificação para o dia seguinte (gosto de regras e de organização).

O que te surpreendeu ao contactares com pessoas com atraso de desenvolvimento intelectual?
A capacidade de dar afeto e de me receberem como se já me conhecessem.

Podes deixar algum conselho a todos os que pretendam trabalhar nesta área?
Nesta área ou noutra é preciso vontade, entrega e gosto pelo que se faz.
Nesta em particular alguma paciência e amor pelo próximo também vem a calhar...